I love paçoca *-*
I love paçoca - Ba
— A curiosidade matou o gato.
— Ela devia matar as pessoas. Talvez assim elas entrassem nas nossas vidas por se importar de verdade.
Angustiar-se (via revejo)

Eu só queria que você sentisse por mim o mesmo que eu sinto por você.

Amo isso no tumblr, quando vc está triste e cansado da vida, vem alguém e posta fotos de comida mostrando que a vida ainda vale a pena

Permita-me ser tua, somente tua.
Meu Querido Charlie. (via expurgar)

Nossa porque o hospital existe? Ta eu sei que é pra cuidar da gente. Mas porra vamos ser sinceros? Quem gosta de ser médico? Quem gosta de cuidar das doenças doa outros? NINGUÉM… So fazem isso pra ver se ficam ricos e/ou é o sonho dos pais

reblog / 26,903 notes
reblog / 2,880 notes

Sou

Sou rosa
Sou marfim
Sou negra
Sou cinza
Sou o que não pedi pra ser
E o que me orgulho em ser
Sou gay
Sou sapatão
Sou todas as cores
E todos os sabores passará por mim
Sou o que grita em mim
E não o que você grita por aí

R

Répondez moi plus tard?

Aflito, 
rígido, 
imprudente, 
indecente, 
inocente.
Um cão sarnento sem carinho,
um pássaro sem ninho,
um tolo sem caminho.
Não há palavras no vocabulário de qualquer país,
que possa descrever como preciso de ti para ser feliz.

Andernach, Alemanha. 1920.

Como faz pra não errar? Como faz pra se manter sã diante de todo este turbilhão? Eu quero te dizer muitas coisas. Acho, em meus devaneios, que é só minha, talvez pela particularidade do nosso mundo. Acho que somos náufragos em alguma ilha qualquer. Nossas conversas são o nosso mundo secreto, nossa neverland. Talvez por isso a vida real agrida tanto meus comportamentos e palavras. Pois foi atrás deste véu que me apresentei pra você. Foi por meio dos meus escritos e declarações que consegui chegar mais perto. Fiz-me ouvir há quilômetros de distância. Será que assim, na rua, nos veríamos? Será que se aproximaria? Tenho quase certeza que não. Minha embalagem é simples, não sou um belíssimo embrulho. Vou te dando o meu melhor, meu amor através de palavras ditas com minha alma. Sou intensa nas declarações, o que esperava nas brigas? Uma flor? Uma poça? Não, sou tempestade! E não me orgulho disso. Mas não se aproveite da minha volúpia emocional apenas para rasgar-me de amor por você. Não seria diferente nos momentos de ciúmes e de brigas. Vou sendo inteira por não saber ser em partes, mas até eu estou cansada. Já disse algumas vezes… cansada de tanto “não”. Então agora eu vou amarrar este cão feroz com a mais forte das correntes, colocar mordaças e trancafiá-lo. Não seremos mais devoradas, nem eu nem você. Chega de ranger de dentes, de falta de ar, chega de “palavras-chicote”. Chega também de declarações na madrugada, de recados inesperados e surpresas. O cão morrerá e tudo que há nele…
— Cacau  (via oxigenio-dapalavra)
reblog / 298 notes

e eu ficava ali

pensando que se existisse mosaicos de pessoas você teria sido criado ao som dos smiths e balanços levados pelo vento em um outono barato, sem flor, sem náusea. você era basicamente madrugadas de domingos. 
com cheiro de poesia.